Concurso ESA: edital sai nesta sexta, 14. Confirmadas 1.100 vagas!


Está confirmado! O edital do concurso ESA 2020 será publicado nesta sexta-feira, 14, no Diário Oficial da União. A informação foi confirmada pela Assessoria de Imprensa da Escola de Sargento das Armas com exclusividade à FOLHA DIRIGIDA.

Além disso, também foi confirmado o quantitativo de vagas. Diferentemente do que foi informado anteriormente, o novo edital trará a mesma oferta de 1.100 do último ano. As chances são para candidatos de ambos os sexos.

A ESA não confirmou a distribuição das vagas. No entanto, como o quantitativo é o mesmo do ano passado, é provável que a distribuição seja igual ou parecida. No edital anterior, as chances foram divididas para as áreas Geral, Aviação, Música e Saúde:

  • 910 para os candidatos do sexo masculino (área Geral/Aviação);
  • 100 para as candidatas do sexo feminino (área Geral/Aviação); 
  • 60 para os candidatos da área de Saúde;
  • 40 para área música.

O soldo inicial da carreira é de R$3.825 mais adicional militar e adicional de especialização. Esse valor ainda poderá chegar a R$5.049, com outros benefícios.

Em contato com a ESA no último mês, a reportagem da FOLHA DIRIGIDA obteve a informação de que o edital de 2020 já estava em elaboração. O documento estava em fase de análise e dependia de aprovação para ser publicado.

Na época, ainda não havia um quantitativo confirmado e, por isso, a Escola de Sargento das Armas do Exército informou que poderia não ser o mesmo quantitativo do ano passado. A boa notícia era que os trabalhso estavam avançados.

(Foto: Divulgação)
Concurso ESA 2020 será para ambos os sexos com 1.100 vagas
(Foto: Divulgação)

A ESA não confirmou o prazo de inscrições, mas os cadastros serão recebidos por meio do site da Escola de Sargento das Armas. A taxa de inscrição deverá ser a mesma, no valor de R$95, por meio de boleto bancário.

Em 2019, a ESA possibilitou isenção para os seguintes perfis: filhos menores de ex-combatentes da Segunda Guerra Mundial, incapacitados em ação; membros de família de baixa renda; inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (Cad Único); ou doadores de medula óssea. 

Prova do concurso ESA é dividida em até seis partes

A ESA não confirmou a data prevista para realização das etapas de seleção, bem como a prova objetiva e redação. As avaliações escritas serão a primeira fase do concurso público para a admissão de sargentos.

O exame terá caráter eliminatório e classificatório. No último ano, o edital saiu em fevereiro e as provas foram aplicadas em agosto. Estima-se, portanto, que as avaliações acontecerão no início do segundo semestre, mas ainda sem uma confirmação por parte da instituição.

A prova foi dividida em cinco partes para a área Geral/Aviação e seis partes para as áreas Música e Saúde, com valor de zero a dez pontos, sendo:

  • 1ª parte – Prova de Matemática (12 questões para áreas Geral/Aviação e oito para as áreas Música/Saúde);
  • 2ª parte – Prova de Português (12 e oitos questões, respectivamente);
  • 3ª parte – Prova de História e Geografia do Brasil (12 e seis questões de cada disciplina para área Geral/Aviação e oito e quatro questões de cada disciplina para as áreas de Música/Saúde);
  • 4ª parte – Prova de Inglês (quatro questões para área Geral/Aviação e quatro para as áreas de Música/Saúde);
  • 5ª parte – Prova de Conhecimentos Específicos da área técnica de Enfermagem, na área de Saúde (12 questões) e Prova de Teoria Musical para a área de Música (12);
  • 6ª parte – Prova de Português (questão única discursiva/redação).

Concurso ESA tem provas em todo o território nacional

Para ser aprovado, foi preciso obter, pelo menos, 50% de acertos do total das questões de cada uma das partes da prova, exceto em Inglês, sendo necessário alcançar, no mínimo, 25% de acertos. Na redação, é preciso nota igual ou superior a cinco.

As provas foram aplicadas em várias cidades, como Rio de Janeiro, São Paulo, Belo Horizonte, Juiz de Fora, Uberlândia, Manaus, e também nas Guarnições de Exame e Organizações Militares Sedes de Exames (OMSE).

As fases sequintes foram: avaliação de títulos; exame de habilitação musical (para os candidatos da área de Música); investigação social; exame de aptidão física preliminar; revisão médica, exame de aptidão física definitivo; e comprovação através da heteroidentificação, para os candidatos que se autodeclararem pretos ou pardos no ato da inscrição.

Confira o material de preparação da FOLHA DIRIGIDA e comece já os estudos para o concurso!

E-books 
Provas para download
Artigos sobre concursos
Editais verticalizados
Vídeos com dicas





Fonte Concurso